Novas profissões e o mercado de trabalho no futuro

Compartilhe Este Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on pinterest
Share on whatsapp

Mudanças no mercado de trabalho

A sociedade 5.0, parte da nova era digital que nos encontramos, promete posicionar o ser humano no centro da inovação e transformação tecnológica. O mercado de trabalho, claro, não fica fora dessa. Precisamos nos adequar a essa nova realidade e para as profissões do futuro, diferentes das que conhecemos hoje em dia.

Além das novas profissões, esse mercado de trabalho do futuro conta com uma nova estrutura que já temos alguns spoilers. Um deles é o boom dos famosos coworkings, uma nova forma de pensar o ambiente de trabalho que se baseia no compartilhamento de espaço e recursos de escritório, reunindo em um mesmo local pessoas que não necessariamente trabalham para a mesma empresa ou na mesma área de atuação. Outra grande mudança no mercado de trabalho foi o aumento do trabalho freelancer, um profissional autônomo que presta serviços para pessoas ou empresas por períodos determinados. 

A revolução tecnológica também proporcionou uma certa adaptabilidade das empresas, como o home office ou o trabalho a distância. Além de gastar menos com infraestrutura, o trabalho remoto também influencia na qualidade de vida dos colaboradores. As empresas passaram a entender que não é mais necessário ter trabalhadores in loco o tempo todo e que podem utilizar a tecnologia tanto ao favor da empresa como do colaborador.

Competências profissionais: soft skills e hard skills

Esse cenário de mudança, causado principalmente pela revolução tecnológica e pela entrada dos millennials no mercado de trabalho, ou seja, uma mudança de geração, afeta também as competências profissionais demandadas por esse mercado de trabalho do futuro. 

As soft skills são habilidades mais subjetivas, diretamente relacionadas à inteligência emocional das pessoas. São capacidades normalmente adquiridas por meio de experiências pessoais. As hard skills, por outro lado, são aquelas habilidades aprendidas em cursos, faculdades e empregos, mais específicas para a área profissional da pessoa.  

Guilherme Junqueira, CEO da Gama Academy, escola especializada em capacitar talentos para trabalhar no mercado digital, e um dos fundadores da Associação Brasileira de Startups, analisou as “soft skills” mais requisitadas pelo mercado atual. Segundo ele, essas competências são: 

  • comunicação eficaz;
  • pensamento criativo;
  • resiliência;
  • empatia;
  • liderança;
  • ética no trabalho.  

O impacto da inteligência artificial e do Machine Learning no mercado de trabalho

A mudança é inevitável, mas é possível se atentar às possíveis tendências e se preparar para o modelo de trabalho do futuro.

Um levantamento do Instituto Global McKinsey, aponta que muitos dos processos que conhecemos hoje serão automatizados. Com isso, as transformações nas organizações serão inicializadas.

O trabalho descentralizado será cada vez mais comum. A tecnologia móvel proporciona que os funcionários não precisem estar no mesmo local. Em vez de precisar se mudar para conseguir um novo emprego, será possível trabalhar de qualquer lugar. O conceito de Globotics, refere-se exatamente a estes imigrantes digitais e a influência dos robôs neste quadro. 

Outro ponto, é a motivação. O salário não será a principal fonte de interesse. Muitos irão buscar uma organização com uma missão e um objetivo em que acreditam. Incentivos diferentes, como oportunidades de desenvolvimento pessoal e ter os mais recentes gadgets tecnológicos para facilitar o desempenho das tarefas também farão parte dos fatores motivacionais. 

Quanto a tecnologia, os algoritmos de inteligência artificial e máquinas inteligentes serão os colegas de trabalho dos seres humanos. Isso requer desenvolver um nível de conforto e aceitação dessa participação. Assim, a relação humano e máquina podem utilizar o que tem de melhor para construir uma nova atmosfera no mercado colaborativo.

Mas, é importante que os funcionários aprendam novas habilidades. A evolução da tecnologia irá continuar, e novas profissões serão formadas. 

Novas profissões 

O mercado de trabalho do futuro, somado com a revolução tecnológica e a transformação digital, como mencionamos, traz consigo novas profissões. Segundo o Institute For The Future (IFTF), 85% dos empregos que existirão em 2030 ainda na foram inventados. Segundo uma pesquisa feita pela organização Center for the Future of Work, algumas das possíveis novas profissões são mestre de edge computing, técnico de saúde assistida por inteligência artificial, analista de cybercidade ou até alfaiate digital. 

Quer entender mais como aplicar estrategicamente a inovação e a transformação digital na sua empresa? Clique aqui para mais informações.  

Se inscreva em nossa Newsletter

Tenha acesso a conteúdos exclusivos e não perca nossas novidades.

Explore mais

Novo normal

A pandemia do novo coronavírus trouxe várias mudanças, e em todas as áreas das nossas vidas, vamos ver algumas delas e como isso impacta. Trabalho

​Canais de entretenimento para a quarentena

 Com o objetivo de entreter e gerar conteúdoS, muitos canais e  aplicativos liberam de forma gratuita meios para a diversão em casa. Confira nossa seleção: Claro – Canais liberados

Fale Conosco

Nosso time está sempre pronto para ajudar e criar uma solução única para nossos clientes.